AME SEU TRABALHO OU DEMITA-SE


Trabalho com Propósito
Trabalho com Propósito

Se eu te pedisse para fazer uma lista apenas com as coisas que você ama, qual seria o tamanho dela? Um, dois, vinte itens?

Você consegue se imaginar fazendo outra coisa, diferente do que faz hoje? O que você faz hoje é o que você sempre quis fazer? Ou melhor, o que você faz hoje, é o que quer fazer pra sempre?

Você prefere fazer o que ama, ou amar o que faz? A resposta parece óbvia, não é? Fazer o que ama, claro! Já dizia Confúcio, o filósofo chinês: “escolha um trabalho que ama e não terá que trabalhar um dia sequer na vida”. Mas...


Por favor, pense comigo:


Vamos imaginar as pessoas que têm condições de estudar de maneira ideal, ok? Você inicia na pré-escola, maternal ou creche como alguns chamam, por volta dos 4 anos de idade. É lá o lugar onde vão estimular o conhecimento de cores, formas geométricas, letras, números e, teoricamente, utilizar brincadeiras que desenvolvam o cognitivo.

Entra para o ensino fundamental em torno dos 6 anos de idade, aprende a ler e a escrever, te ensinam português, matemática, história, geografia e ciências, que depois se divide em física, química e biologia no ensino médio.

Com sorte tem contato com artes, literatura, filosofia, sociologia e alguma língua estrangeira. Então, você se forma no ensino médio, sem reprovar em nada, com uma idade entre 16 e 17 anos.


Até agora tudo normal, certo?


E aí você se vê, no auge dos seus 16 anos de idade, tendo que escolher qual faculdade e curso quer fazer. Para se formar em um tempo entre 4 e 6 anos de graduação. Sem falar nas especializações, pós, doutorado, mestrado, entre outros. Porque aposto que você já ouviu que “nunca podemos parar”, não é mesmo?


E depois? Viajar? Pode ser. Mas o principal objetivo é começar a trabalhar, ganhar seu próprio dinheiro, comprar uma casa ou apartamento, um carro, talvez um animal de estimação,estruturar uma família, ter filhos e encaminhá-los da mesma maneira.

Eis uma linha do tempo coerente e, de certa forma, natural das nossas vidas. Concorda?


Você sabe qual a expectativa de vida da população brasileira?


É de, em média, 76 anos. Como comentei, você escolhe o que vai fazer da sua vida por volta dos 16, ou seja, o que você vai fazer pelos próximos 60 anos! Faz algum sentido pra você?

Já tinha parado para pensar nisso? Até agora falamos de uma pessoa que teve condições de estudar desde os 4 aos 17 anos, e de cogitar cursar um ensino superior. E aquelas que não podem? As vezes por renda, instrução, as vezes por alguma condição na família, como uma enfermidade ou até mesmo abandono. São pessoas que não podem se dar ao luxo de escolher, elas precisam aceitar o que têm.


Mas não vamos tão longe, digamos que você faz a faculdade e o curso que escolheu, será que conseguirá emprego na sua área? Tem demanda? Se sim, será o suficiente? Ou você vai se frustrar por não conseguir escolher a cidade que irá morar? Será que, se você tivesse que esperar mais alguns anos para decidir, seria isso mesmo que faria?


Agora pense na sua idade.


Eu não sei qual sua idade atualmente, mas o que você gostava há alguns anos é exatamente o que você gosta hoje? Será o mesmo que irá gostar daqui há 10,15,20 anos?

Nós somos seres capazes de amar várias coisas e aprender a amar coisas novas. Quando nos prendemos a alguns padrões, expectativas/pressão da família, não nos permitimos pensar além destas variáveis. Muitas vezes concordamos sem nos questionarmos, sem nos conhece, sem orientação, sem conhecer o que realmente faz um profissional da área que tem afinidade e agimos conforme nos foi passado, por influência, reconhecimento de alguém importante na nossa trajetória, nos demitindo do poder de decisão. Não nos permitimos fazer o que aquela famosa frase estampada em camisetas e anúncios espalhados por aí diz: pensar fora da caixa!


Pare de ver e comece a olhar para a sua realidade, para o seu agora e veja o que tem, o que conquistou até o presente momento e o que pode mudar para viver o seu Propósito.


Faça o que ama!


Trabalhar com o que se ama é uma das experiências mais agradáveis que alguém pode ter na vida profissional, o que certamente irá refletir na vida pessoal. Claro que todo trabalho tem os seus problemas, mas quando se tem paixão eles parecem menores. Tudo isso faz com que o processo criativo seja mais eficaz, pois trabalhar com o que se gosta ajuda a melhorar o estado mental. Como resultado, você passa a ter ideias mais inovadoras, o que é ótimo principalmente se você é o(a) dono(a) do seu(a) próprio negócio.


Faça o que ama!Ame o que faz!


“Você tem que descobrir o que ama. Isso é verdadeiro tanto para seu trabalho quanto para com as pessoas. Seu trabalho vai preencher uma parte grande da sua vida e a única maneira de ficar realmente satisfeito (a) é fazer o que você acredita ser um ótimo trabalho. E a única maneira de fazer um excelente trabalho é amar o que você faz”, disse Steve Jobs.

Viva intensamente o que faz. Não pense se teria sido diferente caso tivesse feito isso ou aquilo. Faça a partir de hoje a sua história ser real, materializando a vontade que mora dentro de você, de trabalhar com Propósito e Dedicação.


Trabalhar Com Propósito é garantia de Felicidade e Sucesso

Trabalhar com o que se ama é um círculo virtuoso que, ao contrário do círculo vicioso, é uma sucessão de coisas positivas.

Não existe melhor motivação do que amar o trabalho, por isso é tão importante gostar do que se faz.

Posts Em Destaque