top of page

Crença de não merecimento: como superar?




Merecer: palavra que deve ser a fonte de força e inspiração na vida de muitas pessoas. Até que ponto merecimento pode nos atrapalhar ao invés de acompanhar nossa evolução: É o que vamos descobrir nesse texto. Vamos juntos?
Quando analisarmos o ser humano, encontramos um padrão complexo que, muitas vezes, opera silenciosamente nas profundezas do subconsciente: a crença de não merecimento. Essa convicção, por vezes cultivada desde a infância, constrói as experiências, as interações sociais e as expectativas culturais, moldando a maneira como cada indivíduo se enxerga, percebe e se relaciona com o mundo.

A crença de não merecimento é como uma sombra persistente, obscurecendo a autoestima e sabotando potenciais conquistas. Aqueles que a carregam muitas vezes se encontram relutantes em aceitar elogios, oportunidades ou mesmo o amor incondicional de outros, pois a voz interior insiste que não são dignos dessas bênçãos.
Essa convicção pode ter suas vertentes em diversas fontes. Pode ser cultivada por mensagens negativas internalizadas, experiências de rejeição ou mesmo normas culturais que impõem padrões inatingíveis. Às vezes, é uma sombra lançada por comparações incessantes com os outros, alimentando a percepção distorcida de que os sucessos alheios destacam ainda mais a própria inadequação.

Para superar as amarras das crenças de não merecimento, é vital lançar luz sobre essas sombras auto impostas. A jornada começa com a autoconsciência, a disposição de explorar as origens dessas crenças limitantes. É um ato corajoso desafiar as narrativas internas que insistem na própria indignidade e, em vez disso, buscar uma narrativa de autocompaixão e aceitação.
A prática da auto aceitação é um elemento crucial nesse processo. Reconhecer que todos são passíveis de falhas, mas isso não diminui sua dignidade intrínseca, é um passo essencial. Permitir-se receber elogios, oportunidades e amor sem reservas é uma expressão de respeito próprio, uma afirmação de que merecer é inerente à própria existência.
Outro caminho valioso na jornada é a construção de uma comunidade de apoio. Compartilhar experiências, desafios e sucessos com outros que possam compreender e apoiar pode criar um ambiente propício para o crescimento pessoal. A empatia e a compaixão partilhadas podem desempenhar um papel fundamental na desconstrução desses padrões de pensamento prejudiciais. E é nesse ponto que a Constelação Familiar e Sistêmica pode te ajudar. O ponto principal é encontrar a nascente. Quando encontramos a porta que nos fere e abrimos para o processo de cura, tudo flui.

Se você quiser começar o seu processo de forma leve, mas muito profunda, com a minha ajuda e esse passo a passo, você conseguirá começar a trilhar o seu caminho para a libertação:

1.    Reconhecimento Consciente:
   - O primeiro passo para superar as crenças de não merecimento é reconhecer conscientemente sua presença. Isso implica estar atento às mensagens autodestrutivas que surgem na mente e identificar os padrões de pensamento que perpetuam a ideia de indignidade.

2.    Compreensão das Origens:
   - Investigar as origens dessas crenças é fundamental. Pergunte-se de onde essas mensagens podem ter surgido – experiências de infância, comparações sociais, normas culturais? Compreender as raízes ajuda a desmontar as bases dessas crenças limitantes.

3.    Prática da Autocompaixão:
   - Desenvolver autocompaixão é crucial no processo de superação. Em vez de se criticar implacavelmente, pratique a gentileza consigo mesmo. Reconheça que todos enfrentam desafios e que a autocompaixão é um ingrediente essencial para a resiliência emocional.

4.    Afirmações Positivas:
   - Utilize afirmações positivas para reprogramar a mente. Substitua pensamentos negativos por declarações que reforcem sua autoestima e valor intrínseco. Repetir regularmente afirmações positivas contribui para a criação de um novo diálogo interno.

5.    Construção da Autoconfiança:
   - Envolva-se em atividades que promovam a construção da autoconfiança. Defina metas realistas e celebre conquistas, por menores que sejam. Essas experiências positivas ajudarão a desafiar a crença de não merecimento.

6.    Busca por Apoio:
   - Compartilhar suas lutas com amigos, familiares ou um profissional pode fornecer um apoio valioso. Ouvir perspectivas externas e receber encorajamento pode ajudar a desafiar e reestruturar crenças limitantes.

7.    Aceitação de Elogios e Recompensas:
   - Treine-se para aceitar elogios e recompensas sem autossabotagem. Em vez de minimizar suas conquistas, aprenda a receber reconhecimento com gratidão. Isso contribuirá para a construção de uma autoimagem mais positiva.

8.    Prática de Mindfulness:
   - Incorporar práticas de mindfulness pode ajudar a manter a consciência do momento presente, permitindo uma observação não julgadora dos pensamentos. Isso ajuda a separar-se das crenças automáticas e a cultivar uma perspectiva mais equilibrada.

9.    Estabelecimento de Limites Saudáveis:
   - Aprender a estabelecer limites saudáveis é uma maneira eficaz de reforçar o próprio valor. Dizer "não" quando necessário e priorizar o bem-estar pessoal são passos essenciais para quebrar padrões de não merecimento.

10. Busca por Acompanhamento Profissional:
   - Em casos mais desafiadores, considerar a busca de acompanhamento profissional, como terapia ou aconselhamento, pode fornecer uma abordagem mais direcionada e apoio especializado na desconstrução de crenças profundamente enraizadas.
Em última análise, desvincular-se das crenças de não merecimento é um ato de autotransformação contínua. Requer paciência consigo mesmo, um compromisso firme com o autoconhecimento e a disposição de desafiar ativamente as mensagens autodestrutivas que surgem. À medida que a jornada avança, um novo entendimento emerge: merecer é uma condição fundamental da existência, e a luz que dissipa as sombras da autodúvida está dentro de cada um de nós, aguardando ser descoberta e celebrada.

Ao seguir esses passos, você pode embarcar em uma jornada transformadora, rompendo as amarras das crenças de não merecimento e cultivando uma autoestima mais sólida e positiva.
A constelação sistêmica é uma abordagem terapêutica que visa explorar as dinâmicas familiares e sistêmicas que podem influenciar o comportamento e as crenças individuais. Ela pode oferecer insights valiosos no processo de superação das crenças de não merecimento, abordando fatores que podem estar enraizados em sistemas familiares. Aqui estão algumas maneiras como a constelação sistêmica pode contribuir nesse processo:
Ao incorporar a constelação sistêmica no processo terapêutico, as tramas são exploradas de maneira profunda as origens de suas crenças limitantes, promovendo uma transformação interna significativa e avançando em direção à superação das crenças de não merecimento.

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
Posts Em Destaque
Posts Recentes
Procurar por tags

Endereço

Rua Visconde de Tamandaré, nº 678
Centro, Alegrete, RS.

Horários

Segunda à Sexta: 08h às 20h30

Sábado: 08h às 17h

E-mail

Redes

  • Facebook
  • Instagram
  • LinkedIn
  • Youtube
bottom of page